Follow by Email

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Flauta e paz

2 comentários:

  1. POESIA EM TUDO

    Poesia flui de tudo
    coisa, gente, lugar
    até parece absurdo
    vale experimentar

    Poesia é som de flauta
    página-diário da rosa menina
    louça importada, toalha de mesa
    curvas da mais escura esquina

    Poesia é lembrança-sorriso
    é lágrima-desesperança
    fogo-desejo - orgasmo finito
    mas também é constância

    Poesia muda tudo
    coisa, gente, lugar
    a quem acha absurdo
    basta acreditar.

    Bruno Gaspari 17:26

    Valeu José Alberto, forte abraço Õ/

    ResponderExcluir
  2. Um doce momento onde a paz impera...
    UUAAU!!! Lindo! Amei! Carinhomente beijos mil-Ly.

    Parabéns ao Bruno Gaspari; por tão maviosa poesia.

    ResponderExcluir