Follow by Email

domingo, 19 de fevereiro de 2012

Ah quem me dera!

 
 
 
Ah, quem me dera!
Cruzar teu caminho,
Alinhar-me  contigo
Como Vênus e Marte!

Ah, quem me dera!
Ser o chão da tua rua,
Cada seixo colorido,
 pisado por ti.

Receber teu sorriso
Dizendo que sim!
Tuas mãos de louça
Levando-me daqui.

Ah, quem me dera!
Teus lábios de rosa,
Teu colo de penas,
Apenas nós dois...
JOSÉ ALBERTO LOPES

2 comentários:

  1. Belo e envolvente poema, adorei!
    Parabéns amigo, grande abraço.

    Bruno

    ResponderExcluir
  2. Lindo, romântico e sobretudo poético demais!!!!
    Parabéns meu amigo, teu blog está show de lindo!!
    Beijo
    Bea

    ResponderExcluir