Follow by Email

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Cigarra cantando sete Haicais

Casa de  solteira-
Cachorro bebendo água
No  cano furado.

Aroma de vinho-
Uvaias esborrachadas
No  chão do vizinho.


O galho no rio-
Por um brevíssimo  tempo
Descanso da flor.

Será  meu senhor
Saindo do  velho tanque,
A  rã de Bashô.?

Estiagem longa-
Cabritada devorando
A embira da cerca.


Silenciosidade-
Parece que dá pra ouvir
O mato crescendo!

O cristo no morro
Com esse frio, se  pudesse-
Cruzaria os braços!

Ilustração do próprio autor.
José Alberto Lopes®
ago.  2011

5 comentários:

  1. Parabéns pelo lindo blog meu amigo!!
    Que maravilhosos momentos aqui postados!
    Haicais que encantam, verdadeiras jóias em versos!
    Parabéns!!
    Tudo muito lindo e caprichado!!
    Bea

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida amiga e poetisa. Saudades de ti. Apareça; Bjs.. JAL

      Excluir
  2. Adoráveis versoS a encantar-ME...
    LINDOOOOOOOOOOOOOOO!!!!!!!!!!!!
    AMEI-LY

    ResponderExcluir
  3. Ah! até que enfim consegui postar alguma coisa, kkkkkkkk, já te falei o que penso, kkkkkkk.
    Seu blog está lindo, show de bola, preciso de sua visita e comentários no meu blog certo,
    beijão.

    ResponderExcluir
  4. UUAAUU!!!!
    Sempre ME encanto com seus
    versos...sempre tão divinais...
    Aqui Tudo é lindo!!!!! Parabéns!
    Carinhosamente beijos mil-Ly.

    ResponderExcluir