Follow by Email

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Praça Giovani Breda - (SBC)




Praça Giovani Breda

Há um oásis no outeiro
Onde o ouro  da tardinha
Provoca mil ardentias,
Nas ramagens camarinhas.

Onde correm belos jovens
E caminham os idosos,
Brincam arfantes pequeninos,
Movendo-se tão graciosos.

Onde em bando, em revoada,
Buscam abrigo os pardais,
Mergulhando sobre as ramas
Como as ondas sobre um cais.

Minha praça me apetece,
Minha praça domingueira.
Aonde a lua faz pirraça
Entre as folhas da paineira.

Lá flutuam ágeis pipas
Lambendo as nuvens bordadas.
Tem formato de ciranda,
A minha praça tão amada.

Quer sobre a lousa fria
Desta ardósia lapidada,
Ou sobre o manto verdinho
Desta grama aparada.

Minha praça é  u’a moça
Que nunca, nunca envelhece.
É um velho moço a sorrir,
Uma criança que não cresce!



José Alberto Lopes.  SBC. - SP.
2003.

5 comentários:

  1. Alberto querido, aqui estou. Que imagem mais linda!!! sabia que adoro esses teus desenhos? é de uma singeleza que toca...toca fundo em meu sentir. Parece a porta aqui de casa......eu tenho uma paracinha bem em frente minha casa, sabia?..rsrs Eu perco tempo vendo o entardecer, vendo aquela coloração linda que sol dá nas folhas das árvores, nos mangueirais. Por aqui existem muitos pés de mangas nos quintais ... fiquei aqui pensando, a pracinha sempre continuará igual, né?? só a gente que envelhece mas a memória continua uma criança... encantada. Um abraço daqui.

    ResponderExcluir
  2. Que poesia mais linda meu amigo!!!
    Como somos rodeados por tantas belezas...
    Que maravilha teu olhar poético! Coisas simples transformadas em maravilhas!
    As coisas mais belas são realmente as mais simples, com seus infinitos milagres!!
    Maravilhoso meu grande amigo!
    Bea

    ResponderExcluir
  3. Amei teu desenho, e realmente fz lembrar a pracinha costumeira de uma cidade pequena, onde todos se conhecem, legal, como tenho saudades de minha terra que deixei para trás e bateu uma grande saudade.
    Lindo mesmo o teu desenho, bjs

    ResponderExcluir
  4. UUUUUUUUAAAAAUUUUUU!!!!
    Voce foi fundo nestes versos e conseguiu
    cavar os mistérios desta praça e a conheço
    e algumas vezes fui nela caminhar;mas desistí porque em volta os carros são muitos...É uma
    linda praça...Voce como bom escritor é um grande observador...MUI LINDOOOOOOOOOOOOOOO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    AMEI. Carinhosamente-Beijos Mil- Ly

    ResponderExcluir
  5. É a "sua cara" escrever com essa emoção toda. Alma criança, te falei.
    Beijo, Cida

    ResponderExcluir