Follow by Email

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

A Noite














Foto internete


Gosto da noite!
Dos aromas e sons,
do movimento no cais.
Do mormaço, da brisa,
das mariposas insanas
girando, girando!
A chuva contra a luz
revelando suas pérolas.
As mulheres na noite
são sempre mais belas.
Na viração  noturna então,
As luzes da cidade
parecem um braseiro...
Ah! a noite  com seus sortilégios,
seus mistérios...
Se a noite é uma criança
o dia é um velho cansado, exangue!
A noite é mesmo outro universo
onde o poeta uni versos e poetiza.
A noite livra-me da opressão,
dá vida, e sendo bela a vida
a noite é belíssima.
Na noite não há deuses,
anjos nem demônios a nos importunarem!
Por que eles também
gostam da noite!


Poema de Alberto Lobo de Campos
10 de outubro/2016

Um comentário:

  1. Adorei esta noite poética. Versos mui tocantes. Amei!
    Carinhosamente beijos mil-Ly.

    ResponderExcluir