Follow by Email

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Quando faz Sol



Ao sol a pino
Minha sombra é apenas
Um ponto no chão.
Mas à tardinha é uma flecha
Apontando para o leste!

Lá naquelas bandas
Ficou para sempre
A minha amada!
E até hoje a sua lembrança
Me mortifica.
Por isso:
Não saio à tardinha
Quando faz sol!



De José Alberto Lopes - jan 2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário