Follow by Email

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Aquele homem....

(obs; foto internet)


Ah! Aquele homem
Sisudo, glacial.
Passou a vida inteira
Reservando o melhor vinho
Para especial ocasião!

Mas, certo dia a morte,
Essa víbora insuperável,
Chegou de súbito e abraçou-o
Num nó adstringente!

Abandonada a casa,
Vieram os salteadores
Como corvos sobre a carne
E se embriagaram, gole a gole,
Daquele mesmo vinho
Que reservara aquele homem!



José Alberto Lopes
SBC-SP- 01/11/2013


Nenhum comentário:

Postar um comentário