Follow by Email

sábado, 18 de maio de 2013

Perto e longe


Perto estão os dissolutos
A nos manterem longe dos seus atos.
Longe é o amor que está perto
Quando o ignoramos.
Perto  está a morte que nos espreita, nos atormenta
E que julgamos sempre longe.
Longe vai o pensamento
Pra perto de outros lugares.
Perto está a luz do sol,
Longe está a luz dos teus olhos.
Longe, as palavras benditas
Reverberando perto de nós.
Perto ouvimos gritos dissonantes
De quem está longe da integração.
Longe voam os pássaros
Na migração noturna,
Perto de incontáveis estrelas.
Perto te queria agora....
Todavia, longe estás
Perto de outro!


José Alberto Lopes.
 2010-sbc-SP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário