Follow by Email

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Jóias aos pés




Vejo aquelas florzinhas miúdas
Que medram rente ao chão,
Nas trincas dos muros no asfalto....
Ignoradas, porém, lindas são.

Colhi delas um ramalhete;
Tinha azul, amarelo e branco.
E exalavam também perfumes,
Iguais as florzinhas do campo.

Amigos viram o arranjo
E ficaram admirados.
“Seriam as holandesas
Que por aqui já se tem cultivado?”

Olhei para elas e sorri...
Dizendo em tom claro e alto:
São as que medram nas fissuras,
Das calçadas, muros e asfalto.


José Alberto Lopes®
2006

Nenhum comentário:

Postar um comentário